Olá visitante

segunda-feira, 27 de abril de 2015

VISITA DE ESTUDO À LOCALIDADE "PIA DO URSO", ao Ecoparque Sensorial no concelho da Batalha.
 
 
No dia 14 deste mês, realizamos uma visita de estudo que adoramos. Na opinião de uma das crianças, foi o melhor dia da sua vida!
 
 
 



 
 
video

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Agora que está bom tempo, temos desenvolvido mais atividades relacionadas com a natureza. 
E porque a natureza deslumbra-nos e oferece-nos material para criarmos e executarmos tarefas variadas, ricas, envolventes e cheias de imaginação, foi-nos apresentado um artista, ANDY GOLDSWORTHY que utiliza a natureza para criar arte, " Land Art".

Andy Goldsworthy - artista britânico



                                                                         Obras de Andy




     Com a saída ao campo, recolhemos diversos materiais: pedras,        paus, flores...e resolvemos também criar com a natureza e na natureza.




               "Olha, olha, fiz um peixe despido!" disse o Martim.

                           Outras criações foram aparecendo:

                          


Quando saímos, há sempre algum de nós que vai buscar material e cria.
"Estou a fazer  LAND ART", dizem.



segunda-feira, 6 de abril de 2015

Relvinhas

Quisemos dar as boas vindas à primavera com uma atividade com sementes.Pedimos meias velhas às mães e com areia, sementes de relva e alguma imaginação, fizemos relvinhas muito engraçados.
Utilizamos tinta acrílica de relevo para não sair com a água.

Vestiram-se com roupas giras.

Cá estão à espera dos "cabelos".

Deram-se festinhas para que tudo corresse bem. Depois regaram-se todos os dias. Escondemos um dos relvinhas dentro de um armário às escuras para ver o que acontecia. As crianças formularam as hipóteses e disseram: "não vai nascer nada porque está escuro"; "vão nascer poucos cabelos"; "vão nascer escuros"

Passados 8 dias começaram a desenvolver-se os rebentos da relva e cresciam de dia para dia. Ficamos todos contentes.

O relvinhas que estava escondido ficou com o "cabelo louro". Todos perceberam que foi devido à falta de luz, porque também o regamos todos os dias.

Este processo foi registado através do desenho. Levamos os relvinhas para casa para continuarmos a cuidar deles durante a interrupção da Páscoa.