Olá visitante

quinta-feira, 16 de março de 2017

Começou o bom tempo e nós...

Temos feito atividades no exterior com plantação de bolbos de flores, sementes diversas, batatas e muitas outras plantas. Gostamos de observar o seu desenvolvimento e de as regarmos.
Fizemos uma instalação em forma de espiral, com vasos improvisados com pacotes de leite. A vedação do espaço junto à caixa de areia ficou mais bonita.
O reaproveitamento de materiais incute nas crianças mais respeito pelo ambiente.

As atividades experimentais ajudam a criança a compreender melhor o mundo que as rodeia.
Observar as transformações na natureza desperta a curiosidade da criança.

A instalação dos vasos em forma de espiral, como as crianças observaram nas cascas dos caracóis.


 

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Diego Rivera

No Carnaval vamos mascarar-nos de mexicanos. Aprendemos algumas coisas sobre o México e   conhecemos algumas obras do artista e muralista Diego Rivera.
Cá está a nossa ideia de como vamos ficar no Carnaval.


 Gostamos de ver os murais que Diego Rivera pintou e pensamos pintar também um mural. Descobrimos um muro nas traseiras do jardim de infância que estava muito feio, já sem tinta. 
As crianças a observarem o muro feio e a pensarem no que iriam pintar.
 
O mural foi iniciado com muito entusiasmo.


Agora quase que esquecemos a cor feia que o muro tinha.

Parabéns aos "muralistas".


Fizemos também caricaturas do Diego.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Land Art



Conhecemos o artista Richard Long que é um pintor, fotógrafo e escultor inglês.
Richard Long é conhecido por ser um artista da  Land Art. Realizou trabalhos fora das galerias mas  também dentro delas. Juntava e agrupava materiais encontrados na natureza em localidades específicas e posteriormente organizava-os em conjuntos geométricos dentro das instituições artísticas. Entre as suas obras fez trabalhos com lama. Tal como ele experimentamos criar a partir da lama e recriamos uma das suas obras num painel coletivo.

 


 
 Obras de Richard Long. Uma em plena natureza e as outras dentro da galeria.


Pintamos com as mãos utilizando lama imitando o artista e pintamos também com o pincel.   

Gostamos de ver as suas obras com espirais e círculos e escolhemos uma em espiral por nos lembrar os caracóis, para recriarmos.



Em trabalho colaborativo com as alunas estagiárias surgiu a obra.  

 Observamos também outros trabalhos do artista e descobrimos num puzzle mais uma obra que nos inspirou. E era tão fácil  recolhermos materiais no espaço exterior e tentar fazer também uma obra inspirada na Land art. Porque não as folhas do plátano?... E lá fomos dar início à obra...




Com tantas folhas no chão foi muito rápida a recolha.

E a obra foi realizada no espaço exterior em frente à sala de atividades.

E todos trabalharam com muito interesse.


Finalmente ficou concluída a obra para alegria de todos. UAU!!! Conseguimos!!! E agora, se soprar o vento? Não faz mal podemos voltar a fazer com outros materiais que não voem.




terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Conhecer Miró

A arte e a natureza andam de mãos dadas no nosso jardim de infância. Desta vez descobrimos um quadro de Juan Miró intitulado "O jardim", que despertou a nossa curiosidade. Primeiro vimos um pequeno vídeo em que esta obra surge animada. Gostamos tanto que vimos uma vez mais!


De seguida conhecemos este artista, através de uma pequena nota biográfica. Recebemos um puzzle com o seu retrato e observamos a obra apresentada no vídeo.

 Surgiu um desafio que tinha como ponto de partida um fragmento da obra "O jardim". Havia pedaços da obra em metades na horizontal, na vertical e na diagonal. Cada criança escolheu a que mais gostava. O desfio era tentar completar este fragmento.






Cada criança interpretou e completou a obra à sua maneira, surgindo mais ou menos figurativa  de acordo com os grupos etários. 
Conhecemos também algumas esculturas de Miró e recriámo-las de acordo com a criatividade de cada um.

                    










sábado, 17 de dezembro de 2016

A floresta dentro do jardim de infância

E aconteceu mesmo...a floresta invadiu o ambiente educativo. Pequenas árvores, arbustos e outras plantas vivas foram colocadas temporariamente dentro da sala de atividades, assim como alguns ramos cortados( estes podem ficar todo o ano). As crianças adoraram e toda a gente que pode ver ficou encantada com esta floresta dos afetos. Este ambiente natural proporcionou novas brincadeiras e experiências. As crianças aprendem a cuidar e a preservar os recursos naturais.



Até o planeta terra tem uma decoração de acordo com a temática.

Olha... o que será que estão a descobrir?


Nesta floresta não falta o urso pardo. CHIU!!!... não o acordem porque está a hibernar.
 Também não podiam faltar esquilos, ninhos e outros "bicharocos".

 A natureza inspirou-nos e nós temos andado a criar a partir de recursos naturais.
Mobile com sementes de árvore pintadas.

Ramo de árvore seco pintado com padrão a 4 cores, onde se teceram  coloridas tapeçarias.

Ramo de árvore seco colorido com padrão a duas cores, onde se penduraram bolas modeladas com barro.

Ramo seco de árvore revestido a lã de diversas cores.

Casca de árvore e folhas de plátano pintadas a preto e branco com a técnica do pontilhismo.

Ramo cortado com pássaro feito em ORIGAMI.

E claro, como o Natal se aproxima o Pai Natal não podia faltar, assim como as suas renas. A inspiração desta vez surgiu a partir de pinhas.


Estrelas  feitas a partir de sementes de flores secas.